Uncategorized

Como Tratar Dor no Ombro

O ombro é uma das articulações mais complexas do corpo humano. É a que possui maior amplitude de movimentos, mas é uma das que possui menos estabilidade.DOCU_GRUPO

É grande causa de dor e por sua anatomia seu tratamento é complexo e demorado. A lesão mais freqüente no ombro é a síndrome do impacto, mais conhecida como ombro doloroso. Ocorre quando o espaço existente entre o úmero (osso do braço) e a ponta da escápula (chamada de acrômio) diminui, gerando compressão das estruturas que alí estão. As queixas mais freqüentes são dores na região anterior do ombro ao levantar o braço, ao levantar pesos, dificuldade em colocar a mão nas costas (no caso de mulheres, uma queixa freqüente é a dificuldade em fechar o sutiã) e uma dor que aumenta na hora de dormir.As patologias mais frequentes, extra-articulares à articulação glenoumeral, são inflamações da bolsa sub acromial, que recobre a coifa dos rotadores (bursite); a diminuição do espaço onde esses tendões se movem (síndrome do impacto); a inflamação ou artrose da articulação.

A novidade é que com o Método Mckenzie o resultado é muito rápido, com alívio definitivo das dores e volta da função normal do ombro.

Segue um depoimento de paciente com quadro agudo de 3 dias e dor intensa no ombro, que impedia seus movimentos:

Tratamento Fisioterápico realizado em mim, Maria Auxiliadora Matos de Melo, pela Dra. Francisca Resende. 

 Procurei pela Dra. Francisca Resende por estar sentindo fortes dores no ombro direito o que dificultava demasiadamente os movimentos normais com o braço direito em qualquer sentido.

Após avaliação feita por ela, foram prescritas inicialmente cinco sessões de tratamento fisioterápico, através do Método Mckenzie, com exercícios e mobilizações escapulares e articulares.

A mobilização articular refere-se às técnicas de fisioterapia manual usadas para modular a dor e tratar disfunções articulares que limitam a amplitude de movimento.

Segundo a fisioterapeuta, tais exercícios promovem o movimento ideal, sem dor, mantendo a extensibilidade da articulação.

Depois de duas sessões realizadas, foi feita uma reavaliação fisioterápica onde foi possível notar uma evolução positiva do tratamento. O tratamento continuou por mais três sessões após as quais, uma melhora considerável do grau de amplitude de movimento na articulação do ombro se verificou.

Finalmente, foi possível não sentir mais dor ao repouso, e atualmente, realizo as atividades da vida diária sem nenhum esforço ou dor.

Portanto, me foi possível notar que o tratamento pelo Método Mckenzie foi indispensável a fim evitar a progressão da patologia, principalmente incapacidades, bem como proporcionar melhor qualidade de vida.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s