Uncategorized

COMO SENTAR E NÃO TER DOR NAS COSTAS

Cerca de cem anos atrás, houve uma revolução no design das cadeiras e nossas costas nunca mais foram as mesmas.

Os encostos e assentos ficaram mais confortáveis, mas também nos forçam a nos curvar o tempo todo, adquirindo aquela famosa postura desleixada em forma de C.

Como se sentar para não ter dor crônica nas costas?
A história das cadeiras
Durante a maior parte da história ocidental, as pessoas sentaram-se em cadeiras relativamente firmes, planas e bem proporcionadas para o corpo humano.

Inicialmente, elas eram feitas apenas de madeira. Em alguns casos, o assento era coberto de folhas. Se você fosse rico, podia comprar estofados acolchoados, que começaram a decolar nos séculos XVII e XVIII.

Já no século 20, os designers começaram a utilizar novos materiais, como aço, plástico e espuma. As cadeiras começaram a variar muito em tamanho e suavidade.

“O século 20 foi sobre experimentar com tecnologia e esquecer o corpo. Como resultado, acabamos com salas de estar, escritórios e restaurantes cheios de cadeiras que são muito ruins para as nossas costas. É chocante o quão mal projetadas elas são para nossos corpos”, disse Galen Cranz, que estuda design de cadeiras na Universidade da Califórnia em Berkeley (EUA).

De acordo com Jean Couch, americana que faz parte de um movimento crescente na Costa Oeste para ensinar as pessoas a se sentarem melhor, quase todas as cadeiras têm um de dois problemas: são muito profundas ou muito macias.

“Quando uma cadeira é muito profunda, o encosto fica muito longe da borda e você não pode colocar as pernas no chão sem se curvar”, explica.

O mesmo ocorre quando as cadeiras são macias demais. “A cadeira faz com que seus ossos do quadril caiam para trás e sua coluna se curve em forma de C”, diz Couch.

Essa posição desleixada, nada ereta, não é um problema se você se sentar assim somente de vez em quando. “Mas se você expuser repetidamente sua coluna a essa dobra, ela se tornará sensível à dor na maioria das pessoas”, esclarece Stuart McGill, que estuda biomecânica da coluna na Universidade de Waterloo em Ontário (Canadá). Há ainda o risco de danificar os discos a longo prazo.
Como se sentar
Não é necessário trocar todas as cadeiras de sua casa.

Para se sentar confortavelmente com a coluna reta em qualquer cadeira:

1. Sente-se na beira da cadeira: Se você só tem a opção de sentar-se em uma cadeira macia e profunda, sente-se na parte da frente dela.Esqueça o encosto e use a armação como apoio firme. Isso torna mais fácil evitar que suas costas terminem em forma de C.

E tenha cuidado na maneira como posiciona as pernas. A maioria das pessoas pensa que o melhor ângulo entre o tronco e as pernas é de 90 graus. Mas você ficará mais confortável – e menos propenso a se curvar – se esse ângulo for maior que 90 graus; algo como 120 graus.

2. Adote uma posição elevada com a ajuda de um objeto: Outra boa ideia é sentar-se levemente em cima de um objeto denso, como uma almofada firme. O objetivo é inclinar a pélvis para frente um pouco.

O objeto deve criar um ambiente mais firme para sustentar seus ossos do quadril e evitar que a coluna fique com aquela desagradável forma de C, além de levantá-lo um pouco, para tornar mais fácil alcançar o grau de 120 entre torso e pernas.

3. Apoie suas costas: Os dois primeiros truques funcionam muito bem para a maioria das cadeiras. Mas há uma situação em que sentar-se na beirada ou se elevar usando um objeto não é uma boa ideia: no carro.

Por razões de segurança, você não deve ficar longe do encosto. Mas há um grande problema com os encostos de muitos carros e aviões: eles têm a forma de C, que acabam dobrando a coluna naturalmente.

A solução é utilizar algum objeto para tornar o encosto mais plano – novamente, estamos falando de uma almofada firme, suéter ou manta. 

E faça como é orientado na fisioterapia: Alongue a coluna, esticando suavemente as costas sobre o adereço.

fonte: hypescience.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s